Seguro residencial o que você precisa saber

  Você já parou para pensar na importância de um seguro residencial? Então fique no nosso artigo, para que entenda o que é e como funciona esse seguro.

Quando temos um patrimônio é comum querermos protegê-lo a qualquer custo, pois tudo que adquirimos é com muita dedicação. Por isso é que existe o seguro residencial, que serve para resguardar o seu lar.

 

O que é o seguro residencial?

O seguro residencial é um modelo de seguro, feito com a finalidade de proteger o seu lar, que tem um conjunto de coberturas, que são destinadas para esse fim.

Pois em caso de ocorrências que são conhecidas como sinistro, o seguro te deixa resguardado e garante uma indenização em casos de prejuízos, segundo o que esta no contrato (apólice).

Além de proteger o imóvel em possíveis sinistros, esse seguro ainda resguarda quanto ao dia a dia, em problemas que possam ocorrer por meio de serviços emergenciais.

 

Como funciona o seguro residencial?

O seguro residencial é adaptável e funciona de acordo as suas necessidades, mas, é claro que tem a chamada cobertura básica, que amparam, danos por incêndio, fumaça, explosão, dentre outras coisas.

E dentro dessa cobertura básica, é possível adicionar outras coberturas, que ficam a critério do segurado, dentre elas se destacam, roubo e furto de bens, danos elétricos, vazamentos de tubulações, negócios de casa e prejuízos causados a terceiros.

É importante ressaltar que as coberturas variam de uma empresa para outra, então esteja atento e leia todo o contrato.

 

Principais coberturas

Agora que já falamos o que é seguro residencial e como o mesmo funciona, vamos falar um pouco sobre algumas das principais coberturas do mesmo.

 

Explosão, fumaça e incêndio

Essas são as coberturas básicas, e tem que estar em todo seguro residencial. Ela cobre o seu imóvel e seus bens, quanto a prejuízos que podem ser causados por explosões ou incêndios, que começaram em casa ou até mesmo fora dela, dependendo da situação.

Por exemplo, se acontecesse um desastre na cozinha, como a explosão de um botijão de gás, e diversas coisas da casa são comprometidas, a partir daí com a comprovação dos fatos, a seguradora fica responsável pelos valores gastos com a recuperação das coisas.

 

Danos elétricos

Sabemos que o nosso país por exemplo, tem grande incidência de queda de raios. a cobertura de danos elétricos foi pensada justamente nos danos causados a rede elétrica da residencial, e ao aparelhos eletrônicos.

 

Roubo ou furto de bens

Mesmo que a nossa casa seja segura, ninguém esta livre de uma possível invasão, por isso essa modalidade é muito importante.

Essa cobertura foi criada com o intuito de oferecer um amparo, caso ocorra um furto ou um roubo na residência. Os danos que o imóvel possa ter sofrido durante a invasão, são cobertos e protegidos por essa modalidade.

 

Furacão, vendaval, ciclone e granizo

Essa modalidade é muito importante, principalmente para lugares onde tem incidência desses casos, nessa cobertura você será indenizado quanto aos danos causados ao imóvel e aos bens que estão dentro dele.

Existem outras coberturas, e que podem ser adicionadas durante o contrato. Vamos entender agora quando acionar o seguro.

 

Quando acionar o seguro

É importante ressaltar que tudo vai depender do que foi contratado. Com isso você saberá em quais ocasiões pode acionar o seguro, e que tenha uma possível indenização.

Por isso é essencial ler todo o contrato e ver o que precisa ser tirado ou adicionado ao mesmo, visando o bem estar de todos. Sabendo que o sinistro esta de acordo ao contrato, entre em contato com a seguradora que vai analisar o seu caso, lembre-se de responder tudo corretamente para evitar transtornos.

Agora que você já sabe sobre essa modalidade de seguro, verifique as melhores seguradoras, faça uma pesquisa e veja qual a que atende melhor as suas necessidades.

AGUARDE 40 SEGUNDOS PARA BAIXAR.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *