Reforma Tributaria afeta os investimentos?

Esta prestes a ser aprovada, a reforma que vai mexer com  os impostos  dos seus investimentos, fique no artigo e entenda.

Muitos investimentos, que antes eram isentos, podem passar a ter impostos. Como é o exemplo dos dividendos, e os FIIs (fundos imobiliários) que não tinham IR e podem passar a ter.

Podem ter mudanças, em várias modalidades de investimentos, tanto para o day-trade, pra quem investi em longo prazo, renda fixa, dentre outros.

Principais alterações propostas pela reforma tributária:

– IR nas empresas que você investe;

– Imposto de Renda que nós temos que pagar;

– Investimentos

 

FIIS

Esse método de investimento, equivalente ao recebimento de aluguéis. Que antes eram isentos de Imposto de Renda, passará a ter cobrança de 15% na fonte, se a reforma for aprovada.

 

Dividendos

os dividendos, que são os lucros de participação dos acionistas de uma empresa, podem passar a pagar Imposto de Renda de 20% na fonte, que antes não sofria incidência de IR.

 

Juros sobre capital próprio

Apesar de parecida com os dividendos, essa  modalidade já tinha incidência de IR para o acionista. Porém a mesma, era passível de dedução da base de lucro, tributável para a empresa. E de acordo a proposta, não será mais assim.

 

Compra e venda de ativos

Temos hoje, o imposto de 15% sobre o lucro em negociações, dos mercados á vista, que são de opções e de futuro e 20% no day-trade. Com a proposta essa alíquota será única, de 15% para qualquer tipo de operação na bolsa.

 

Renda Fixa

Nessa modalidade, a proposta propõe uma redução para 15% sobre o retorno de qualquer prazo de permanência. Lembrando que havia diferenças dependendo do prazo, 22,5% para prazos de até 180 dias, e 15% para dois anos ou mais.

 

LCIs, LCAs e Poupança

Esses produtos de renda fixa, não sofreram nenhuma alteração. Os mesmos continuaram isentos de Imposto de Renda.

 

Imposto de Renda das empresas

A proposta sugere a redução do imposto de renda para Pessoa Jurídica(IRPJ), também para empresas de todos os setores, e a mesa deve ocorrer em duas etapas:

– De 15% para 12,5%, em 2022;

– E 10%, a partir de 2023

E o adicional para empresas maiores de 10% permanece.

 

Imposto de Renda para todos os brasileiros

Pode ocorrer com a reforma, o aumento das faixas de isenção, para receitas e salários. Quem recebe hoje até R$ 1903,98 por mês já está liberado de recolher o IR, a proposta quer o aumento para R$ 2500. Beneficiando as menores faixas de renda.

 

Vale a pena a reforma

Em alguns casos, sim, e em outros não. Lembrando que a mesma pode passar por alterações no legislativo. O mercado de investimentos, pode sofrer uma queda devido aos tributos.

Porém  a proposta, procura igualar os benefícios de grandes e pequenos investidores. Sendo que as tributações não sejam fator determinante, na escolha da aplicação.

Agora que você já sabe um pouco sobre essa proposta, tire suas próprias conclusões, e veja os benefícios e os malefícios da mesma para você.

AGUARDE 40 SEGUNDOS PARA BAIXAR.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *