Financiamento Imobiliário como funciona?

Conseguir a casa própria, sair do aluguel, ter o seu cantinho, é o que muitos almejam. E o financiamento imobiliário é uma das opções, para quem quer realizar esse sonho.

Um financiamento imobiliário, é como um empréstimo. Você vai pegar dinheiro com o banco, para comprar o seu imóvel, e o mesmo vai ser pago em prestações, acrescidas de juros.

O período dessas parcelas pode durar até 35 anos.

Antes de tentar conseguir o crédito, é necessário analisar as opções, ver qual banco oferece as melhores alternativas, as melhores taxas, ou seja, que atenda melhor as suas necessidades.

Geralmente, as pessoas costumam escolher bancos públicos. Podemos citar a Caixa Econômica Federal, que é uma das opções mais escolhidas, pois tem taxas de juros mais atraentes.

Em alguns casos, algumas instituições tem a opção de fazer a simulação do crédito. Que pode ser feito tanto por site ou por aplicativo.

 

Escolhi o imóvel. O que faço agora?

Com o seu futuro lar escolhido, chegou o momento de pedir o subsídio. Neste momento, vai precisar apresentar os documentos pessoais, a instituição financeira escolhida.

Dentre os documento estão, CPF, RG, comprovante de renda e de endereço.

Você passará por uma análise, para ver possíveis pendências em seu nome. Não havendo qualquer problema, sua solicitação é aprovada.

Depois o imóvel vai ser avaliado, seja por um corretor, ou algum engenheiro do banco, que precisam fazer essa confirmação, antes da assinatura do contrato.

 

Quais as opções oferecidas?

Existem algumas opções no mercado, uma delas é o programa Minha Casa Minha Vida, feito pelo Governo Federal.

Facilitando a aquisição, através da Caixa Econômica Federal, ou do Banco do Brasil.

Outro meio é através de consorcio, mas esse exige um pouco mais de tempo. Essa modalidade é feita com o agrupamento de pessoas, que fazem como se fosse uma poupança. Tendo um valor que já é determinado, que vai ser pago em parcelas mensais.

No final do período, ou seja, no  término das parcelas, os envolvidos recebem uma carta de crédito. Essa carta poderá ser usada na compra do imóvel.

Lembrando que para realizar esse processo, é necessário que uma administradora, seja responsável por tomar conta do dinheiro.

Esse serviço também pode ser feito, direto com a construtora.  A vantagem é na entrada, que pode ser feita com o valor menor, do que exige os bancos. E em caso de imprevistos, pode-se negociar as parcelas.

Mas tudo tem vantagem e desvantagem, então a desvantagem de fazer o financiamento, direto com a construtora. É o fato da cobrança do Índice de Preços de Mercado (IGP-M). O que leva ao aumento do preço do imóvel.

Agora que você já sabe sobre o financiamento imobiliário, estude as possibilidades, e faça aquilo que atende melhor as suas necessidades. Realize os seus sonhos.  

AGUARDE 40 SEGUNDOS PARA BAIXAR.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *