Crediário, conheça essa modalidade de crédito

Durante um longo período de tempo, o crediário como forma de  pagamento foram utilizados como um meio principal de compra a crédito nas lojas. É também conhecida como “carnê”.

 

 Com o aumento da utilização de cartões de crédito, o cartão de crédito perdeu força e neste momento não é utilizado por muitas pessoas, mas continua a ser uma escolha para aqueles que não desejam comprometer o limite do cartão.

 

 Em suma, o cartão de crédito é um financiamento de bens e serviços. É essencial saber mais sobre a modalidade para saber se é uma escolha de crédito para si, de acordo com os seus objetivos financeiros. Afinal de contas, como é que sabe se é uma boa alternativa?

 

 

O que é um crediário e como é que funciona?

 

 Num empréstimo de dia de pagamento, o produto é dividido em prestações com montantes fixos e datas de pagamento fixas. Desta forma, o consumidor recebe uma brochura com o número de folhas referentes à compra em prestações.

 

 Para dar um exemplo: se comprar uma televisão em 36 prestações, receberá 36 “fólios” na sua caderneta, que terá de pagar todos os meses até que a dívida seja paga.

 

 Desta forma, as prestações são estáticas, mais juros e correção monetária, e é possível pagar em até 48 prestações. Lembre-se que os juros nos cartões de crédito podem atingir até 6% por mês, de acordo com o Banco Central.

 

 Tal como acontece com os cartões de crédito, o consumidor passa por um estudo de crédito, que poderia ser realizado por uma entidade financeira ou pela empresa onde a compra vai ser feita, para que o serviço seja libertado.

 

 

Tipos de crédito

 

 Neste ambiente, existem 3 tipos de esquemas de crédito: seguro, próprio e financiado. A diferença entre eles está na garantia de pagamento.

 

 

Garantido

 

 Nesta forma, a loja contrata um administrador que se encarrega de liberar o crédito ao consumidor. Desta forma, é responsável pelos pagamentos e também pela cobrança em caso de não pagamento.

 

 

Próprio

 

 Este é o tipo de contrato de crédito mais distinto, em que a loja se encarrega de atribuir crédito aos consumidores, aceitando 100% dos riscos. O consumidor paga as prestações na nossa loja.

 

 

Financiado

 

 Neste tipo, a loja recebe capital de uma instituição financeira para atribuir crédito ao comprador. O pagamento é feito diretamente à organização.

 

 

Como são pagas as prestações?

 

 Como já foi mencionado, as prestações podem ser pagas diretamente à loja, se estivermos a falar de uma estratégia de crédito pessoal. Dependendo do cartão de identificação, também podem ser pagos numa agência bancária ou numa caixa multibanco com o código de barras no cartão, ou mesmo via internet banking.

 

 Por este motivo, é importante prestar atenção às instruções de pagamento, uma vez que depende do tipo de projeto de crédito. No entanto, esta é a forma mais comumente utilizada.

 

 

Posso obter um empréstimo com má fama?

 

 Se o seu nome não estiver registrado nas agências de crédito, tais como SPC e Serasa, pode ser mais difícil ser aprovado para um cartão de crédito. No entanto, não é impossível. Dependerá das regras e requisitos de cada organização para a atribuição do serviço ao consumidor.

 

 Para abrir uma linha de crédito, deve indicar o produto que pretende comercializar, porque a pesquisa é feita em funcionalidade do custo da compra. Assim, quanto maior for o custo, mais complexo será obter um crédito, devido ao nome impuro.

 

 Uma forma de facilitar a divulgação é expor um caderno pago, seja da nossa loja ou de um adversário, ao sector de estudo.

AGUARDE 40 SEGUNDOS PARA BAIXAR.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *